fbpx

O título dessa postagem pode parecer estranho, mas retrata bem a situação.

Recentemente, estive em uma conferência de Comércio Eletrônico e, um dos palestrantes (Erick Melo, da WebJump) falou justamente sobre isto.

Decidi trazer o tema para esta postagem, por entender que ele pode ajudar a visualizar melhor o cenário atual do comércio eletrônico X varejo.

Que cenário?

A vinda da internet trouxe um novo perfil de consumidor.
A velocidade dos dados é também pedida na vida real, sendo assim os clientes estão cada vez mais exigentes e impacientes.

Essa exigência também surge, com a possibilidade de disseminar a informação. Ou seja, um cliente que não foi bem atendido, pode fazer uma péssima campanha para seu negócio.

Um outro fato que chama atenção é: para tornar a experiência do seu cliente inesquecível, é importante que você o conheça a fundo. Que entenda seus gostos e seus hábitos, para daí montar um perfil ideal.

Além de ser algo interessante para o seu negócio é, também, uma comodidade para seu cliente.

Veja, a seguir, como é a experiência do usuário e de que forma isto afeta suas vendas.

Qual a experiência do usuário?

Segundo Erick, esta experiência segue o caminho: experiência usuário > tecnologia > dados ecommerce.
O que entendemos? Em um primeiro momento o usuário tem uma experiência com o site, ou seja: acessa e navega nele.
A partir deste momento, entra em ação a tecnologia ao reconhecer o usuário e captar seus gostos através da sua navegação na página, por exemplo.

A partir deste ponto surgem as propagandas patrocinadas, e algumas empresas se valem disso para criar o cenário ideal para que o seu cliente encontre aquilo que deseja. As chances de haver uma venda são bem altas.

Intra Position

A Intraposition é uma empresa situada em Israel.
Ela auxilia em posicionamento e navegação de loja. Isto ocorre porque há um sistema que mede a temperatura das prateleiras do mercado, de acordo com a temperatura corporal. Ele consegue mostrar, via infravermelho, os locais por onde os clientes mais caminham e quais prateleiras são mais visadas.

O Intra Position em ação.
Crédito Imagem: Erick Melo.

Com estas informações, é possível que mercados, por exemplo, vendam espaço interno. E tudo isto é gerado através de dados colhidos.

O Impacto Social

Em um futuro mais próximo, máquinas conseguirão obter dados e saber do comportamento de cada indivíduo utilizando, apenas, a leitura facial.
Com este tipo de leitura, é possível colher informações, tais como idade, gostos e etc… e, a partir daí, criar anúncios e apresentá-los de acordo com suas preferências.

A tecnologia facial cria um sistema de identificação que tageia cada usuário associando a ele suas escolhas, compras e seu comportamento de um modo geral na internet. A partir dai cria-se um padrão psicológico e de consumo.

Com a ajuda da tecnologia, será possível vender de forma mais direcionada e certeira. É esperar.

Já conhece o nosso site? Fazemos marketing digital clique aqui e seja direcionado.

Comentários Facebook

Leave a Reply